Bruno Cantini/Atletico
Bruno Cantini/Atletico

Festejado, Patric ganha elogios e comemora goleada do Atlético-MG

Jogador ganhou chance com ida de Guga para a seleção olímpica e teve boa atuação contra o CSA

Redação, Estadão Conteúdo

02 de junho de 2019 | 22h31

Um dos jogadores mais festejados pela torcida do Atlético-MG na goleada sobre o CSA, por 4 a 0, na noite deste domingo foi o lateral Patric. Criticado no começo da temporada, ele deu a volta por cima com a atuação neste domingo. Apesar de não ter marcado nenhum gol, ele participou efetivamente da jogada do quarto gol, anotado por Adilson.

Desde a disputa do Campeonato Mineiro e a eliminação na Copa Libertadores, Patric foi um dos jogadores mais criticados pela torcida e acabou perdendo espaço para Guga. Agora, com o jovem na seleção brasileira sub-23, o veterano retomou o espaço e comemorou a boa atuação.

"Eu tinha visualizado um momento desses, tinha até comentado com a minha mulher, que eu jogava e era ovacionado pela torcida. Não fiz nenhum gol, mas acho que o espírito é esse, todo mundo vence. A gente acaba recompensado pelo que ama fazer, pelo que propõe a fazer", comentou o lateral, que também recebeu apoio dos companheiros.

"Faz parte de todo merecimento do Patric, que vem nos ajudando bastante. Ele foi bastante criticado e deu a volta por cima. A atuação dele mostra perseverança, mostra que o cara que trabalha bem não tem como dar errado. O momento é dele, mas todos os atletas ficam felizes com as atuações dele e quem ganha com isso é o Atlético-MG", acrescentou Réver.

O treinador Rodrigo Santana comemorou a vitória antes do confronto decisivo contra o Santos, na próxima quinta-feira, pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

"Jogo importante pra gente, deu mais confiança ainda. Agora é comemorar porque é o segundo jogo nosso sem tomar gol. a gente sabe que se não tomarmos gols em São Paulo temos mais chances de buscar o resultado", encerrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.