Twitter Oficial / FIA
Twitter Oficial / FIA

FIA revela novo padrão de capacete para a F-1 a partir de 2019

Entidade diz que novo equipamento irá levar segurança a um novo nível

Estadão Conteúdo

06 Junho 2018 | 13h34

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) anunciou nesta quarta-feira um novo modelo de capacete, que passará a ser adotado pelas equipes de Fórmula 1 a partir de 2019. O equipamento renovado dará maior segurança aos pilotos, de acordo com a entidade que rege o automobilismo mundial.

+ Com problemas no motor, Ricciardo vai sofrer punição no GP do Canadá

+ Blog Conversa de Pista: Fórmula 1 no Canadá tem lagosta e cerveja em clima de festa

Batizado de FIA 8860-2018, o modelo tem design diferente dos atuais usados na F-1. Ele tem formado menos ovalado e uma viseira mais estreita, com um visual mais "robótico". Segundo a FIA, o novo padrão é resultado de mais de uma década de pesquisa na busca por maior segurança aos pilotos.

"Os atuais capacetes já são os mais seguros do mundos, mas o novo padrão vai levar essa segurança para um novo nível", afirma Laurent Mekies, diretor de segurança da FIA. Com o lançamento, todos os fabricantes de capacete terão que se ajustar para começar a produzir seus produtos com o novo padrão.

Entre as mudanças de maior destaque no capacete está a redução do tamanho da viseira. O objetivo da alteração é aumentar a proteção balística do equipamento. Com este novo capacete, por exemplo, seria provável que Felipe Massa tivesse sofrido menos com o impacto que levou de uma mola do carro de Rubens Barrichello no treino do GP da Hungria de 2009. A peça atingiu parte da viseira e acertou sua cabeça. Com a viseira menor, as chances de esse acidente se repetir serão menores.

O novo capacete vai estrear na Fórmula 1 na próxima temporada. E deve ser utilizado também pelas demais categorias avalizadas pela FIA nos anos seguintes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.