'Ficaria surpreso se deixasse o time', diz Michel Bastos

'Ficaria surpreso se deixasse o time', diz Michel Bastos

Polivalente jogador trata boa fase no São Paulo como recomeço depois de passagem apagada pelo Al Ain e pela Roma

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2014 | 17h33

Depois de participar de todos os gols do São Paulo na vitória por 3 a 0 sobre o Goiás, o meia Michel Bastos admitiu nesta terça-feira que com a boa fase, dificilmente deixará o time titular e destacou ainda que encara o seu atual momento como um recomeço. Antes de chegar ao clube do Morumbi, o jogador teve passagens apagadas pelo Al Ain, do Emirados Árabes, e pela Roma, da Itália.

"Tive vontade de ter um recomeço na carreira. Passei por um período em que houve várias mudanças na carreira em um período curto. Sabia que o São Paulo era um grupo de qualidade e que poderia brigar por títulos", disse Michel Bastos. O jogador de 31 anos virou curinga do técnico Muricy Ramalho e foi um dos destaques na vitória sobre o Goiás, na última segunda-feira, no Morumbi.

Confiante com a boa fase, Michel Bastos disse que não se vê fora da equipe principal. "Ficaria surpreso se saísse. Não vou mentir que venho trabalhando forte, mostrando um bom futebol. Pelo que venho fazendo e trabalhando, me sentiria triste por não jogar", contou o atleta, que foi titular da seleção brasileira na Copa de 2010.

Michel é um dos garantidos para entrar em campo na próxima quinta-feira, no Morumbi, quando o time enfrenta o Emelec, pela partida de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Os desfalques do São Paulo serão o atacante Luis Fabiano e o volante Denilson, além do também atacante Alexandre Pato, lesionado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.