ROBERT MICHAEL/AFP
ROBERT MICHAEL/AFP

Fifa abre ação disciplinar e pode punir Alemanha por cânticos nazistas

Além dos cantos, jogadores da própria Alemanha foram ofendidos por torcedores em jogo na República Checa

Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2017 | 13h27

A Fifa anunciou nesta quarta-feira que abriu uma ação disciplinar contra a Federação Alemã de Futebol depois que torcedores da sua seleção nacional entoaram cânticos nazistas durante uma partida contra a República Checa, válida pelas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2018 e disputada na última sexta-feira.

Em seu comunicado, a Fifa indicou que investiga "vários incidentes" e que também abriu uma ação disciplinar contra a Federação Checa de Futebol. As equipes mandantes são as responsáveis pela segurança dos estádios - a partida foi disputada em Praga, tendo terminado com vitória da Alemanha por 2 a 1. As eventuais punições impostas contra as federações deverão ser anunciadas pela Fifa até o final de setembro.

Após o incidente, o presidente da Federação Alemã de Futebol, Reinhard Grindel, cobrou um maior controle sobre a distribuição dos ingressos para reduzir a chance de os jogos em solo europeu serem povoados por este tipo de torcedor radical. Na oportunidade, a federação assegurou que os ingressos desses torcedores não foram adquiridos através de seus canais oficiais.

Na última sexta-feira, em Praga, um grupo de cerca de 200 torcedores extremistas que entoaram cânticos nazistas durante o jogo. Além disso, o atacante Timo Werner, da própria seleção alemã, também foi alvo de ofensas por parte dos seus compatriotas durante o confronto realizado na República Checa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.