Maxim Shemetov / Reuters
Maxim Shemetov / Reuters

Fifa aciona empresa na Justiça por venda não autorizada de ingressos para a Copa

Empresa suíça ainda está vendendo entradas para os jogos, incluindo a abertura, pelo dobro do preço original

Estadão Conteúdo

05 Junho 2018 | 08h30

A Fifa anunciou nesta terça-feira que está processando a empresa Viagogo por vender, de forma não autorizada, ingressos para a Copa do Mundo da Rússia, que terá início no dia 14. A entidade máxima do futebol mundial, que se reserva o direito de vender os bilhetes para o Mundial de forma exclusiva, alegou que está tentando evitar a comercialização de entradas com sobrepreço.

+ Presidente da Fifa diz que Catar definirá se Copa de 2022 terá 48 seleções

+ Confira a lista dos 23 convocados para a Copa de todas as seleções

Em comunicado, a Fifa explicou que ela e parceiros estão entrando na Justiça da Suíça contra a empresa por conta de "conduta de negócios opaca e enganadora" no que a entidade chama de "mercado secundário", uma vez que as vendas acontecem oficialmente somente pelo seu site.

Segundo a Fifa, a ação judicial "se baseia numa infração da lei de competição injusta contra a Viagogo AG, com o apoio da Procuradoria de Genebra". A entidade não revelou quem são os parceiros que entraram juntos na ação na Justiça local.

"O maior objetivo da Fifa na luta contra o mercado secundário de ingressos é priorizar a segurança dos torcedores e reforçar um justo procedimento de venda de bilhetes para a Copa do Mundo", informou a Fifa, no comunicado. A entidade avisou que poderá cancelar ingressos comprados através de outras plataformas se conseguir identificar a origem dos bilhetes.

Nesta terça-feira, o site do Viagogo ainda vendia ingressos para o Mundial da Rússia, incluindo lugares para o jogo de abertura, no dia 14. O preço é mais do que o dobro do original, na plataforma oficial.

Um bilhete da categoria 3, por exemplo, custa 474 francos suíços (cerca de R$ 1,8 mil) no site, para o jogo de abertura, entre Rússia e Arábia Saudita. No site da Fifa, este mesmo ingresso - o mais barato para torcedores que não são russos -, custa o equivalente a R$ 825,00.

"Os preços são definidos pelos vendedores [dos bilhetes] e podem estar mais baixos ou mais altos que o valor de face. Os preços não incluem reservas ou taxas de entrega", avisa o Viagogo em seu site. A agência de notícias Associated Press entrou em contato com a empresa, mas não obteve uma resposta sobre a ação judicial da Fifa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.