Enrique de la Rosa/ Reuters
Enrique de la Rosa/ Reuters

Fifa adia decisão sobre mudança de regra na escolha da sede da Copa

Sede do Mundial de 2016 será anunciada em 2017

Estadão Conteúdo

25 de maio de 2015 | 18h16

A Fifa havia prometido discutir nesta segunda-feira, durante uma reunião de seu comitê executivo, a possibilidade de mudança nas regras para eleição das sedes da Copa do Mundo. Após o encontro, no entanto, a entidade adiou a decisão. Os dirigentes se reunirão novamente no sábado, quando, então, uma definição deve acontecer.

A nova regra proposta impediria que as confederações continentais recebessem as próximas duas Copas do Mundo depois de terem sido sede da competição. Se aprovada, esta nova determinação pode aproximar, por exemplo, o Mundial de 2026 dos Estados Unidos, do Canadá ou do México, que já mostraram interesse em recebe-lo.

De acordo com a regra, qualquer país da Europa estaria impossibilitado de sediar a Copa de 2026, já que a Rússia receberá o de 2018 e, assim, os de 2022 e 2026 teriam que acontecer longe do continente. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, já se mostrou favorável à mudança.

A sede do Mundial de 2026, aliás, será definida no dia 10 de maio de 2017, em um congresso na cidade de Kuala Lumpur, na Malásia, conforme oficializou a Fifa no encontro desta segunda. Também durante a reunião, o comitê executivo definiu a doação de US$ 450 mil à federação de Vanuatu, país atingido por um ciclone em março, e US$ 200 mil a Moçambique, após uma recente enchente no local.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.