Fifa admite erro de juiz do jogo entre Croácia e Austrália

O árbitro inglês Graham Poll foi o destaque negativo da partida em que Croácia e Austrália empataram por 2 a 2, nesta quinta-feira, ao mostrar três cartões amarelos ao zagueiro croata Josip Simunic. Apesar do erro da arbitragem, a Fifa garantiu que o resultado da partida é definitivo. "Aconteceu, realmente, um erro regulamentar que poderia ter conseqüências no sentido de levar à repetição do encontro, mas não houve reclamação de nenhum tipo, no momento propício, e, portanto, o resultado é definitivo", disse nesta sexta o porta-voz da Fifa, Markus Siegler.Simunic recebeu cartões amarelos nos minutos 61, 90 e 93 - "cartões demais", reconheceu Siegler, que anunciou que a Comissão de Árbitros vai realizar uma investigação sobre o fato. Na transmissão oficial da partida pela televisão, ao ser apresentado o segundo cartão amarelo ao jogador croata, o gerador de caracteres da emissora mostrou o desenho do cartão vermelho ao lado do nome do jogador. Mas o juiz não o apresentou ao atleta, que continuou em campo e veio a receber outro cartão amarelo no final do jogo - e aí, sim, o cartão vermelho.O presidente da Fifa, Joseph Blatter, considerou "incompreensível" a situação. E ressaltou: "Quatro dos cinco membros da equipe de arbitragem estão comunicados por áudio, por isso me parece incompressível que ninguém o tenha alertado. Na Copa da Ásia aconteceu algo semelhante (na partida entre Usbequistão e Bahrein) e, ali, tampouco ninguém advertiu o juiz. Se acontece um erro, os demais têm de alertar o árbitro".Blatter confirmou que o erro de Poll será avaliado pela Comissão de Árbitros, e que, em sua opinião, "Poll não esteve bem nos jogos anteriores".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.