Reuters - 29/06/2010
Reuters - 29/06/2010

Fifa adota novo sistema de transferências internacionais

Entidade espera combater pagamentos ilegais entre empresas e, até mesmo, lavagem de dinheiro

AE, Agência Estado

29 de setembro de 2010 | 11h13

A Fifa anunciou, nesta quarta-feira, a instituição de um novo sistema online de transferências internacionais com o objetivo de combater a lavagem de dinheiro e outras formas de corrupção no futebol. "Este é um momento histórico para o futebol", disse Joseph Blatter, presidente da entidade.

O novo sistema torna-se uma exigência para 3,5 mil clubes profissionais em quase 150 países a partir de sexta-feira, após décadas de falhas na supervisão que levaram empresários a se tornarem "donos" de seus clientes, controlando seus destinos. Outros casos que preocupam a Fifa envolvem pagamentos ilegais entre clubes e empresas, e até mesmo lavagem de dinheiro através de transferências de jogadores fictícios. Agora, a entidade crê que esses casos serão melhor combatidos.

No sistema online da Fifa, os clubes que estiverem realizando uma transação terão que incluir informações detalhadas da negociação, como empresários envolvidos, valores e bancos envolvidos. Se os dados cedidos não forem iguais, a transferência será bloqueada pela entidade. Além disso, as equipes serão punidas.

Essa rede entrou em operação em 2007 e a maioria dos principais campeonatos europeus o usaram durante as duas últimas janelas de transferências de modo experimental. Mas a partir de sexta-feira este modelo se torna obrigatório para os clubes, que precisarão registrar os detalhes de cada jogador vendido ou comprado em um acordo internacional para que a transação seja efetuada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFifatransferências

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.