Arnd Wiegmann/Reuters - 9/5/2011
Arnd Wiegmann/Reuters - 9/5/2011

Fifa anuncia abertura de investigação sobre próprio presidente

Inquérito sobre Joseph Blatter foi pedido por candidato rival à presidência da entidade, Mohamed bin Hammam, que também é alvo de investigação

BBC Brasil, BBC

27 de maio de 2011 | 07h24

A Fifa, entidade que comanda o futebol mundial, anunciou nesta sexta-feira a abertura de uma nova investigação sobre a suposta quebra do código de ética da organização contra o seu próprio presidente, Joseph Blatter.

Na quarta-feira, a Fifa havia anunciado a abertura de um procedimento semelhante contra o rival de Blatter na disputa pela presidência da entidade na eleição programada para o dia 1.º de junho, Mohamed bin Hammam.

A investigação contra Blatter foi pedida pelo próprio Bin Hammam, que alegou que as acusações contra ele que motivaram a abertura da investigação nesta semana já haviam sido informadas anteriormente ao presidente da Fifa, que não teria manifestado objeções.

O alvo do inquérito aberto no comitê de ética da Fifa é o suposto pagamento a delegados da Fifa que participaram de uma reunião no início de maio em Trinidad e Tobago, convocada conjuntamente por Bin Hammam, presidente da Confederação Asiática de Futebol, e por Jack Warner, presidente da Concacaf (Confederação de Futebol da América do Norte e do Caribe) e vice-presidente da Fifa.

"As acusações incluem declarações segundo as quais Blatter (...) foi informado, mas não se opôs a pagamentos supostamente feitos a integrantes da Federação de Futebol do Caribe", afirmou Hammam.

BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Veja também:

linkPlatini elogia investigação da Fifa a Blatter

linkSuíça já estuda intervenção na Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.