Elaine Thompson/Ap Photo
Elaine Thompson/Ap Photo

Fifa anuncia 'aumento importante' na premiação do Mundial Feminino de 2019

Na edição de 2015, foi repartido US$ 15 milhões entre as seleções e dirigente da entidade afirma que valor terá acréscimo

Redação, Estadao Conteudo

20 de setembro de 2018 | 15h42

A Fifa anunciou nesta quinta que vai dar um "aumento importante" para as seleções que participarem do Mundial Feminino a ser disputado na França, no ano que vem. A entidade também revelou que as equipes viajarão de classe executiva em voos com mais de quatro horas de duração.

No Mundial de 2015, no Canadá, as 24 seleções participantes repartiram US$ 15 milhões (cerca de RS 60 milhões no câmbio atual). Emily Shaw, dirigente da Fifa, disse que o novo valor será definido em uma reunião do conselho da entidade nos dias 25 e 26 de outubro, em Ruanda.

Existe uma diferença muito grande em relação ao futebol masculino. Para o Mundial do Catar, em 2022, a Fifa reserva US$ 440 milhões (R$ 1,8 bilhão) para os 32 times que se classificarem para a disputa, aém de 50 passagens em classe executiva para as delegações.

Em 2015, os Estados Unidos se sagraram campeões mundiais no Mundial Feminino, batendo o Japão na decisão. A Inglaterra ficou em terceiro lugar, seguida pela Alemanha. O Brasil caiu nas oitavas de final para a Austrália.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.