Márcio Fernandes/AE
Márcio Fernandes/AE

Fifa anuncia proibição da 'paradinha' em pênaltis

Decisão da entidade entra em vigor a partir da Copa da África e pode render cartão amarelo em caso de desrespeito

AE-AP, Agência Estado

18 de maio de 2010 | 12h51

A Fifa anunciou nesta terça-feira, após reunião da International Board - órgão responsável pelas regras do futebol -, a proibição da "paradinha" em cobranças de pênalti a partir do dia 11 de junho, quando começará a ser disputada a Copa do Mundo da África do Sul.

Veja também:

linkFifa quer apuração de suborno encerrada antes da Copa

De acordo com a decisão, os jogadores podem continuar fazendo fintas enquanto correm para a cobrança do pênalti, mas não no momento do chute. "Simular na corrida para confundir os adversários é permitido, porém a finta quando o jogador vai chutar a bola é considerada uma violação", disse Jerome Valcke, secretário-geral da Fifa.

De acordo com a decisão, a cobrança de pênalti deve ser repetida e o jogador que realizar a "paradinha" deverá ser punido pela arbitragem com o cartão amarelo. "É um ato de comportamento antidesportivo e deve ser advertido", afirmou Valcke.

A Fifa também anunciou que utilizará de forma experimental nos próximos anos dois árbitros assistentes adicionais, como foi utilizado na última edição da Liga Europa, mas o teste não será feito durante a Copa do Mundo. Os países não são obrigados a usá-los, mas estão liberados pela entidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.