Fahad Shadeed / Reuters
Fahad Shadeed / Reuters

Fifa anuncia que time do Taiti substituirá o Auckland City no Mundial de Clubes

Pirae entra no torneio que será disputado de 3 a 12 de fevereiro nos Emirados Árabes Unidos e terá participação do Palmeiras

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de dezembro de 2021 | 10h08

O Pirae, do Taiti, substituirá o Auckland City no Mundial de Clubes da Fifa devido aos problemas da equipe da Nova Zelândia para participar do torneio por causa das restrições impostas pelo governo de seu país, na Oceania, para frear a pandemia do novo coronavírus. O anúncio foi feito nesta sexta-feira pela entidade máxima do futebol.

O fechamento de fronteiras, o isolamento obrigatório e a quarentena que a equipe teria de cumprir ao voltar à Nova Zelândia após a disputa do Mundial de Clubes obrigaram o Auckland City a se retirar da competição.

Dessa forma, o Pirae passa a ser o representante da Confederação de Futebol da Oceania (OFC, na sigla em inglês) no Mundial de Clubes da Fifa, que será disputado de 3 a 12 de fevereiro nos Emirados Árabes Unidos.

O torneio também contará com os campeões continentais Palmeiras (Brasil, pela Conmebol), Chelsea (Inglaterra, pela Uefa), Monterrey (México, pela Concacaf), Al Hilal (Arábia Saudita, pela Ásia), Al Ahly (Egito, pela África), além do campeão do país-sede, o Al Jazira.

A primeira partida do Mundial será disputada justamente pelo Pirae, que terá pela frente o Al Jazira. Quem avançar enfrentará o Al Hilal nas quartas de final. O vencedor nessa segunda partida enfrentará o Chelsea em uma das semifinais.

No outro lado da chave está o Palmeiras, já semifinalista e esperando o ganhador do duelo entre Monterrey e Al Ahly. O time brasileiro estreará na competição no dia 8 de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.