Fifa anuncia receita de 2 bilhões de dólares em relatório de 2014

Organização da Copa do Mundo é avaliada em R$ 7,1 bilhões

BRIAN HOMEWOOD, REUTERS

20 Março 2015 | 18h16

A Fifa teve mais de 2 bilhões de dólares (R$ 6,5 bilhões) em receitas em 2014, enquanto suas reservas em caixa subiram para 1,523 bilhão de dólares (R$ 4,9 bilhões), disse nesta sexta-feira a entidade máxima do futebol, em seu relatório financeiro anual.

As receitas para o ciclo 2011-2014, incluindo a Copa do Mundo no Brasil, foram de 5,718 bilhões de dólares (R$ 18,4 bilhões) enquanto os gastos também aumentaram para 5,380 bilhões de dólares (R$ 17,3 bilhões), deixando como resultado um excedente de 338 milhões de dólares (R$ 1 bilhão).

A Fifa disse que durante tal período reinvestiu 1,052 bilhão de dólares (R$ 3,398 bilhões) no desenvolvimento do futebol ao redor do mundo, o equivalente a 20 por cento de todos os gastos da entidade no período.

“Graças ao sucesso da Copa do Mundo, a Fifa pôde gastar mais do que nunca no desenvolvimento do futebol ao redor de todo o mundo, com mais de 1 bilhão de dólares investidos em uma variedade de projetos de suas 209 associações e seis confederações”, disse a Fifa.

A maior parte dos gastos da Fifa, 52 por cento, 2,817 bilhões de dólares (R$ 9 bilhões) , foi relacionada a eventos, e o custo da organização do Mundial no Brasil foi de 2,224 bilhões de dólares (R$ 7,1 bilhões).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.