Ernesto Arias/EFE
Ernesto Arias/EFE

Fifa anunciará decisão sobre Guerrero na semana que vem

Jogador responde à investigação por ter testado positivo para uso de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, em exame realizado depois do empate em 0 a 0 entre Argentina e Peru

Jamil Chade, correspondente, O Estado de S.Paulo

01 de dezembro de 2017 | 07h13

MOSCOU – Paolo Guerrero, atacante do Peru e do Flamengo, conhecerá sua punição na semana que vem. A informação é do presidente do Comitê de Disciplina da Fifa, Justice Anin Yeboah, que está em Moscou para o sorteio da Copa do Mundo de 2018

+ Leia mais notícias sobre o Flamengo

+ Leia mais notícias sobre futebol internacional

A audiência de Guerrero ocorreu na quinta-feira na sede da Fifa, em Zurique. Ele foi ouvido depois de seu exame de doping ter dado resultado positivo. Por quatro horas, a acusação apresentou as supostas provas, enquanto os advogados brasileiros do jogador deram sua versão. 

Yeboah não indicou para qual lado pesaria sua decisão. Mas elogiou a fluência dos advogados de Guerrero. "Anunciaremos uma decisão nesta semana que vem", disse. 

+ Após julgamento, Guerrero confia que será absolvido em caso de doping

Na quinta-feira, ao deixar a audiência, o jogador declarou que é “inocente”. “Vim até aqui, na Suíça, para mostrar isso. Graças a Deus, consegui todas as provas que são fundamentais. Agora, é só aguardar a resposta da Fifa", declarou. 

O jogador responde à investigação por ter testado positivo para uso de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, em exame realizado depois do empate em 0 a 0 entre Argentina e Peru, em Buenos Aires, pela penúltima rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa da Rússia de 2018, no dia 5 de outubro. Por isso, foi suspenso preventivamente pela Fifa.

A principal suspeita era justamente sobre o uso de cocaína, mas o atacante garantiu que esta possibilidade já foi descartada pela entidade. "Está descartado o uso de cocaína, isso não conta mais", afirmou o jogador, que ainda explicou: "A quantidade (encontrada de benzoilecgonina) é muito pequena, não chega a ser considerado doping".

+ Gareca festeja vaga do Peru na Copa do Mundo e exalta Guerrero

Por conta da punição, Guerrero ficou impedido de defender a seleção peruana nas duas partidas da repescagem da Copa do Mundo de 2018, diante da Nova Zelândia. Mesmo assim, o país garantiu vaga no Mundial, que seria o primeiro do atacante. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.