Fifa aumenta prêmios da Copa do Mundo

Em boa situação financeira, a Fifa resolveu aumentar a premiação da Copa do Mundo de 2006, que acontecerá na Alemanha. Serão 332 milhões de francos suíços, cerca de US$ 280 milhões, para as 32 seleções classificadas dividirem, de acordo com a colocação na competição - o valor é 38% superior ao dado no Mundial de 2002.Isso só foi possível, segundo explicou nesta terça-feira o presidente da Fifa, Joseph Blatter, graças ao bom momento financeiro da entidade. Afinal, foi registrado um superávit de 158 milhões de francos suíços (cerca de US$ 130 milhões) no balanço contábil do ano passado.Com isso, Blatter contou que a Fifa dispõe em caixa 439 milhões de francos suíços, cerca de US$ 360 milhões. Valor bem próximo do estipulado para o quadriênio 2003/06, sendo que ainda faltam dois anos para completar o período - a meta era ficar entre 350 e 450 milhões de francos suíços."Estivemos bem perto da meta fixada até o fim de 2006, entre 350 e 450 milhões de francos de fundos próprios, que, junto com o fechamento conseguido na área de mercado, nos permitirão contar com uma base sólida", disse Blatter.Assim, a Fifa praticamente dobrou o prêmio para o campeão mundial. Quem levar o título na Copa de 2006 irá faturar 25,5 milhões de francos suíços (US$ 21 milhões). E toda seleção participante sairá da Alemanha com pelo menos 7 milhões de francos suíços (US$ 6 milhões).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.