Reuters
Reuters

Fifa avisa que candidaturas ainda não estão oficializadas

"Devemos considerar que vai levar algum tempo até que o painel esteja em condição de anunciar os candidatos", disse supervisor

Estadão Conteúdo

23 de janeiro de 2015 | 12h29

O supervisor das eleições pediu cautela, nesta sexta-feira, antes de se considerar oficiais as candidaturas dos aspirantes à presidência para a disputa de 29 de maio. Em um comunicado divulgado pela Fifa, Domenico Scala disse que seu painel de três membros que revisa as regras eleitorais ainda não começou seu trabalho antes do prazo da próxima semana para inscrição das candidaturas.

"Devemos considerar que vai levar algum tempo até que o painel esteja em condição de anunciar os candidatos", disse Scala. "Então, nós realmente não podemos comentar, independentemente de qualquer requerente declarar que cumpriu com as exigências dentro do prazo", completou.

Scala não identificou pelo nome os franceses David Ginola, um ex-jogador de futebol, e Jerome Champagne, ex-diretor de relações internacionais da Fifa. No entanto, esses candidatos devem conseguir até a próxima quinta-feira o endosso de 5 das 209 federações que compõem a Fifa. Também não está claro se cumprem a regra de terem mantido um "papel ativo" no futebol por dois anos a partir de 2010.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, e o príncipe Ali bin Al-Hussein, da Jordânia, um dos seus vice-presidentes, também declararam a intenção de participar da eleição. Os dois correm o risco de serem denunciados por falta de ética se transgredirem as regras eleitorais por conflito de interesse e financiamento das suas campanhas usando seus cargos oficiais como uma plataforma para obter votos.

Todos os candidatos devem estar sujeitos a um exame de integridade por parte comitê de ética. Esse grupo é liderado pelo ex-promotor suíço Cornel Borbely após Michael Garcia renunciar sob protesto no mês passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.