Fifa confirma Brasil para sediar Copa do Mundo de 2014

Agora é oficial. O Brasil vai receber aCopa do Mundo de 2014, após o presidente da Fifa, JosephBlatter, confirmar nesta terça-feira o país, que era candidatoúnico, como sede da competição, numa decisão unânime. "Quando surgiu a candidatura da Colômbia, por pouco tempofiquei esperando uma competição, mas quando a Colômbia retirousua candidatura....tivemos um enorme desafio de analisar acandidatura única", disse Blatter, tratando o Brasil como um"continente". O presidente da Fifa acrescentou que a apresentação doBrasil foi "extraordinária" e colocou entre as vantagens que opaís terá ao realizar um dos maiores eventos esportivos domundo a proteção da Floresta Amazônica. O anúncio foi feito na sede da entidade máxima do futebolmundial, em Zurique, na Suíça, diante de uma platéia ilustreque tinha como convidado principal o presidente Luiz InácioLula da Silva. Lula só assistiu à apresentação brasileira e nãodiscursou, como chegou a ser cogitado. A última defesa da campanha brasileira aconteceu por 30minutos nesta manhã, com participação do presidente daConfederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, doministro dos Esportes, Orlando Silva, e do escritor PauloCoelho. Também fizeram parte da comitiva brasileira o técnico Dungae o atacante Romário. Governadores de 12 Estados interessadosem receber jogos da Copa do Mundo também estão em Zurique. Ricardo Teixeira fez um apelo à Fifa afirmando que a Copaserá mais do que um evento esportivo para o Brasil e ajudará atransformar a nação. "A Copa do Mundo vai muito além de um evento esportivo,será uma ferramenta para transformação social e deixará umlegado duradouro para a população brasileira", disse Teixeira,que é um dos membros do comitê-executivo da Fifa. Ao comparar futebol com sexo, Coelho arrancou risadas dospresentes, inclusive do presidente Blatter. "Já vi pessoas discutindo cinco horas sobre um jogo, enunca vi ninguém ficar discutindo cinco horas uma relaçãosexual. Pelo menos a emoção do futebol dura mais", brincou oescritor. Após a apresentação brasileira, Blatter voltou ao palco edisse que, mesmo não devendo, ia confessar que ficou bastanteimpressionado com o esforço do Brasil. "Fiquei realmente impressionado com toda a preocupaçãoecológica e com o fato de terem trazido aqui a Zurique o PauloCoelho. Ele tem um senso de humor muito específico. Isso é ofutebol, e isso é o Brasil", disse Blatter, antecipando o sinalverde da Fifa à proposta brasileira. (Texto de Pedro Fonseca)

MIKE COLLETT, REUTERS

30 de outubro de 2007 | 12h54

Tudo o que sabemos sobre:
FUTCOPACONFIRMADO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.