Fábio Motta/Estadão - 30/06/2013
Fábio Motta/Estadão - 30/06/2013

Fifa confirma presença de cartolas e confia em Copa do Mundo segura

Reportagem da edição desta quarta do 'Estado' revelou que dirigentes temem protestos

Jamil Chade - Enviado especial, O Estado de S. Paulo

15 de janeiro de 2014 | 18h05

GENEBRA - A Fifa garante que tem total confiança na capacidade do governo brasileiro de garantir a segurança da Copa do Mundo e insiste que os dirigentes da entidade virão para o torneio no Brasil em junho.

 

Na edição desta quarta-feira, o Estado revelou com exclusividade que cartolas de federações de diversos países já indicaram que não ficarão no Brasil durante a Copa do Mundo por temer os protestos. As 209 federações estarão em São Paulo para o Congresso Anual da Fifa, antes da Copa. Mas cartolas de pelo menos dois continentes diferentes confirmaram ao Estado que abandonarão o País logo depois para evitar as manifestações e que voltariam eventualmente apenas para a final no Maracanã.

 

Nesta quarta, a Fifa fez questão de dar sua versão oficial. "A Fifa tem plena confiança no abrangente conceito de segurança do governo e das autoridades de segurança no Brasil", disse o diretor de Segurança da FIFA, Ralf Mutschke. Segundo a assessoria de imprensa da Fifa, a reportagem "dá a impressão de que a equipe e os executivos da FIFA não virão ao Brasil". "Este não é o caso", garantiu a Fifa. "A expectativa na FIFA é enorme e as pessoas estão realmente ansiosas para vir ao Brasil", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2014Copa do MundoFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.