Ibraheem Al Omari/Reuters
Ibraheem Al Omari/Reuters

Fifa confirma que Mundial de Clubes será no Catar em fevereiro de 2021

Torneio que reúne os campeões continentais terá início somente dois dias após a final da Copa Libertadores

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de novembro de 2020 | 13h50

A Fifa anunciou nesta terça-feira as datas do Mundial de Clubes de 2020. Por causa do impacto da pandemia do novo coronavírus, a competição será disputada no Catar entre 1º e 11 de fevereiro de 2021. A entidade resolveu adiar o começo da disputa para compensar a mudança de datas de todas as competições continentais que dão vaga ao torneio. Pelo cronograma inicial, o Mundial seria disputado em dezembro deste ano. Assim como em edições anteriores, serão sete participantes.

Em comunicado, a Fifa explicou que escolheu o mês de fevereiro de 2021 porque em janeiro se encerra uma das competições que dão vaga ao Mundial. A Copa Libertadores tem a decisão marcada para o Estádio do Maracanã no dia 30 de janeiro, dois dias antes da abertura do torneio. Os demais representantes de cada continente devem sair ainda neste ano.

Até agora estão confirmados no Mundial de Clubes o Bayern de Munique, vencedor da Liga dos Campeões, e o Al-Duhail, campeão nacional do Catar. Todos os outros continentes ainda vão indicar seus representantes. O próximo participante a ser conhecido virá da final da Liga dos Campeões Africanas. No dia 27, os dois grandes rivais do futebol egípcio, o Al Ahly e o Zamalek, vão se enfrentar no Cairo.

Caso algum brasileiro ganhe a Libertadores e se classifique para o Mundial, o calendário ficará ainda mais apertado. Para o mês de fevereiro, estão previstos o fim do Campeonato Brasileiro e o início das competições válidas pela temporada de 2021. O País tem como representantes nas oitavas de final da Libertadores as seguintes equipes: Inter, Grêmio, Athletico Paranaense, Santos, Palmeiras e Flamengo.

No mesmo comunicado, a Fifa oficializou que, por causa da pandemia, cancelou em 2020 as disputas de dois torneios femininos: o Mundial Sub-20, que estava marcado para a Costa Rica, e o Mundial Sub-17, previsto para a Índia. A tendência é que as duas competições sejam disputadas somente em 2022 com as respectivas sedes mantidas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.