John Sibley / Reuters
John Sibley / Reuters

Fifa cria novos prêmios femininos para promover paridade de gênero

Entidade anuncia criações de prêmios para melhor goleira e 11 principais atletas do ano, como no naipe masculino

Redação, Estadão Conteúdo

06 de maio de 2019 | 12h02

Para promover a paridade de gênero no futebol, a Fifa anunciou nesta segunda-feira novos prêmios para as mulheres. Em sua premiação anual, chamada de The Best, a entidade agora vai conceder uma honraria para a melhor goleira e também vai formar o time das 11 melhores da temporada, assim como já faz no masculino.

Com esta decisão, homens e mulheres contarão com as mesmas premiações na tradicional cerimônia anual da Fifa: Melhor Jogador e Jogadora, Melhor Técnico e Treinadora, Melhor Goleiro e Goleira, e o Time dos 11 Melhores no masculino e no feminino. Além disso, a entidade premia o gol mais bonito, o Prêmio Puskás, que conta com uma lista de gols marcados por homens e mulheres, e Prêmio Fair Play e o Prêmio dos Fãs.

A Fifa quer aproveitar a Copa do Mundo Feminina, que será disputada na França, em junho, para movimentar seus novos prêmios, que serão entregues em cerimônia marcada para 23 de setembro, em Milão, no famoso Teatro alla Scala.

"A Fifa está certa de que a França vai sediar um grande evento na Copa do Mundo deste ano. Então, eu não poderia imaginar um melhor momento para introduzir estes novos prêmios. É mais um passo na direção correta para elevar o nível do futebol feminino", declarou o ex-jogador Zvonimir Boban, vice-secretário-geral da Fifa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.