Fifa dará 30 milhões de euros para profissionalizar juízes

O presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, informou neste sábado que está disposto a investir até 30 milhões de euros para poder profissionalizar a arbitragem para a Copa do Mundo de 2010, que será disputada na África do Sul."Temos que organizar um corpo arbitral de forma profissional. Essa é uma das lições que o Mundial deste ano deixou para nós", contou o suíço, que chegou a lamentar algumas atuações nesta Copa, como a do russo Valentin Ivanov, que distribuiu 16 cartões amarelos e 4 vermelhos na partida entre Portugal e Holanda, pelas oitavas-de-final.A intenção de Blatter é de que os juízes, para a Copa de 2010, se dediquem unicamente ao futebol. No início desta semana, a CBF divulgou um estudo informando que 61% dos árbitros que atuam no Brasil recebem entre 2 e 5 salários mínimos, enquanto só 10,72% recebem entre 11 e 20 salários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.