Fifa decide investigar a participação de Frings em briga

A Federação Alemã de Futebol informou, nesta segunda-feira, que o gerente da seleção, Oliver Bierhoff, não será punido pelo Comitê Disciplinar da Fifa por envolvimento nos incidentes que ocorreram ao final da partida entre Alemanha e Argentina. "Oliver Bierhoff não tem que temer nenhuma sanção por parte da Fifa, como já foi anunciado oficialmente pela entidade", afirmou a federação, em comunicado. Bierhoff, em sua defesa, disse que entrou no gramado "para separar jogadores que queriam brigar". No entanto, o meia alemão Torsten Frings está sendo investigado pelo comitê em virtude de um soco (ou a intenção do golpe) dado no atacante argentino Julio Cruz - até a tarde deste domingo, a Fifa havia informado que nenhum jogador alemão seria objeto de investigação pelo Comitê Disciplinar. As imagens que mostram o suposto soco de Frings em Cruz foram captadas pela rede de televisão italiana Sky. A federação alemã tem até as 13 horas desta segunda (horário local) para apresentar à Fifa a sua versão dos incidentes. E o Comitê Disciplinar tem até o final desta segunda para anunciar a sua decisão, uma vez que a Alemanha enfrentará a Itália pela fase semifinal nesta terça, em Dortmund. Por sua parte, a Federação Italiana de Futebol negou haver solicitado à Fifa que abrisse um processo disciplinar contra Frings - como chegou ser veiculado pela imprensa local.

Agencia Estado,

03 Julho 2006 | 06h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.