Fifa: decisão sobre 2014 só em março

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, deixou transparecer nesta quarta-feira em Madri, que a entidade pode não respeitar a alternância de continentes para a realização da Copa do Mundo, como está informalmente convencionado. Ao ser questionado sobre se a América do Sul seria o candidato natural para sediar o Mundial de 2014, o dirigente esquivou-se. Disse que a decisão só será tomada em março do ano que vem, durante a reunião do Grupo de Estudos Estratégicos da Fifa. A Conmebol (confederação sul-americana) reivindica a realização do Mundial de 2014 com base no princípio da alternância. A entidade lembra que o de 2002 foi realizado na Ásia, o de 2006 será na Europa (Alemanha) e o de 2010 está marcado para a África (ainda não há país definido). O último Mundial realizado na América do Sul foi o de 78, na Argentina. ?Em princípio a rotatividade dos continentes está estabelecida com a decisão de levar o Mundial de 2010 para a África? disse ele, lembrando que há três candidaturas já definidas - África do Sul, Marrocos e Líbia. Sobre a América do Sul ele foi pouco preciso. ?Esta é uma sugestão, que será discutida em março pelo Grupo de Estudos Estratégicos?, afirmou. ?Além de definir a sede da Copa, o grupo tratar também de mudanças nos estatutos da Fifa?, explicou Blatter.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.