Fifa descarta mudar divisão de vagas na Copa do Mundo

Europa continuará a ter 13 vagas, África, 5, América do Sul e Ásia, 4 e meia, Concacaf, 3 e meia, Oceania, meia

AE-AP, Agência Estado

26 de junho de 2010 | 12h27

As dificuldades da Europa e da África na Copa do Mundo não significam que a Fifa possa mudar a divisão de vagas para os próximos Mundiais. "Não há nenhuma discussão sobre vagas para o futuro, teremos 32 equipes", disse Jerome Valcke, secretário-geral da entidade, neste sábado. "Quem está falando disso está equivocado".

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador   

Das 13 equipes europeias que começaram o Mundial, só seis avançaram às oitavas de final. Isso é menos que nas três últimas Copas desde 1998, quando o torneio foi ampliado para ter 32 participantes. Dos seis africanos classificados, só Gana avançou, enquanto que equipes da América do Sul e Ásia ficaram com sete das 16 vagas no mata-mata.

"Todas as confederação estão evoluindo e se fazendo mais fortes", disse Valcke. "Está claro que a Europa não é tão forte como antes. Os demais continentes estão progredindo".

Com a atual divisão, a Europa tem 13 vagas a África cinco - mais uma por ter a nação anfitriã desta vez -, Ásia e América do Sul possuem quatro e meia cada uma, a Concacaf três e meia e a Oceania, meia.

Valcke disse que a Fifa estará aberta para discutir alternativas para que haja mais tempo entre o fim da temporada europeia e o começo de futuros Mundiais. "Isso é algo que podemos fazer na reunião com as 32 equipes e treinadores depois do Mundiais. Isso seguramente será discutido pelo grupo técnico".

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolvagas na CopaFifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.