Fifa deve frustrar plano do Chivas

Para enfrentar o Atlético-PR, o Chivas montou um plano ousado para poder contar com os seus jogadores que estão na seleção mexicana. Mas a Fifa pode frustrar a tentativa, vetando a participação dos atletas na semifinal da Libertadores.O Chivas tem 5 jogadores na seleção mexicana que disputa a Copa das Confederações, na Alemanha - os goleiros Oswaldo Sanchez e Jesus Corona, o defensor Carlos Salcido, o meio-campista Ramon Morales e o atacante Alberto Medina. E eles jogam nesta quarta-feira, contra a própria Alemanha, na disputa do terceiro lugar do torneio.O problema é que o Chivas recebe o Atlético-PR na quinta-feira, em Guadalajara, precisando reverter uma desvantagem de três gols, depois de ter perdido por 3 a 0 em Curitiba. Assim, o presidente do clube mexicano, Jorge Vergara, cedeu seu avião particular para buscar os jogadores da seleção na Alemanha a tempo de eles poderem entrar em campo pela semifinal da Libertadores.Mas a Fifa já avisou que não aceitará tal medida do Chivas, pois ela fere a regra que não permite um atleta jogar duas partidas em menos de 48 horas.Para piorar a situação do Chivas, outro titular do time, o meia Bautista, ainda está suspenso pela Conmebol por conta das confusões em que se envolveu no jogo contra o Boca Juniors, em Buenos Aires, pelas quartas-de-final da Libertadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.