EFE/JOHN COWPLAND
EFE/JOHN COWPLAND

Fifa estuda extinguir Mundiais Sub-17 e Sub-20 e criar torneio único para jovens

Torneios de base femininos também poderiam ser unificados para criar um campeonato de 24 equipes

Estadão Conteúdo

22 de fevereiro de 2018 | 14h34

A Fifa avalia a possibilidade de juntar os Mundiais Sub-17 e Sub-20 em uma única competição com 48 seleções e uma possível limitação de idade entre 18 e 19 anos, revelou a entidade.

+ Blatter declara apoio ao Marrocos para sediar Copa do Mundo de 2026

+ Estádios da Copa expõem 'guerra' entre governo e empresários na Rússia

Os torneios de base femininos também poderiam ser unificados para criar um campeonato de 24 equipes, segundo a proposta que surgiu há duas semanas em uma reunião do comitê de competições da Fifa. As ideias foram discutidas pelo presidente da entidade, Gianni Infantino, com algumas federações durante reuniões nesta semana na Mauritânia e na Nigéria.

A Fifa disse à agência de notícias The Associated Press que as propostas fazem parte de uma revisão das competições quando se completam dois anos da presidência de Infantino, que impulsionou a expansão da Copa do Mundo de 32 para 48 equipes a partir de 2026.

Se a medida for aprovada, o Mundial para jovens jogadores teria um aumento enorme na quantidade de seleções, já que os Mundiais Sub-17 e Sub-20 atualmente são realizados bianualmente e com 24 equipes cada um.

Um torneio único poderia ser disputado anualmente por 48 seleções, ainda que sem os mesmos desafios de logística da Copa do Mundo, já que poderiam ser disputados dois jogos por dia em cada estádio.

A Fifa também planeja estabelecer um calendário mais compacto nas divisões de base. A Europa, por exemplo, teve campeonatos sub-17, sub-19 e sub-21 no ano passado. Em 2017, a Inglaterra foi campeã Mundial Sub-20 e Sub-17, além de ter vencido o Europeu Sub-19.

Ainda que a Fifa implemente essa proposta, os Mundiais Femininos Sub-17 e Sub-20 serão realizados neste ano no Uruguai e na França, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.