Fifa estuda indenizações para clubes com jogadores convocados

Entidade também analisa a possibilidade de criar um calendário internacional que não prejudique as equipes

Efe,

09 de outubro de 2007 | 15h00

A Comissão Estratégica da Fifa decidiu criar um grupo de trabalho para estudar a concessão de compensações financeiras e de seguros para clubes que tiverem jogadores convocados para seleções. O presidente da Fifa, o suíço Joseph Blatter, e da Uefa, o francês Michel Platini, aceitaram estudar a proposta, assim como a necessidade de criar um calendário internacional único, que não prejudique a realização de competições de clubes o menos possível. O presidente do Barcelona e membro da comissão, Joan Laporta, também defendeu que as federações nacionais paguem um seguro que cubra possíveis prejuízos que possam ter os clubes, tanto por lesão de seus jogadores como pela impossibilidade de contar com eles para determinadas partidas por causa de convocações de seleções. No final da reunião, o presidente do Barça se mostrou satisfeito pelo contato realizado. "Hoje, demos um passo em frente, já que é um fato muito importante que a FIFA e a Uefa aceitem debater de forma profunda estas questões. Quer dizer que entendem a necessidade dos clubes. Resta muito trabalho a fazer, a diferença é que hoje já temos o tema sobre a mesa das entidades internacionais", declarou Laporta.

Tudo o que sabemos sobre:
FifaUefa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.