Fifa exclui Guiné de competições

A Federação Internacional de Futebol (FIFA) decidiu nesta segunda-feira excluir a Guiné de todas as competições internacionais - de seleções e de clubes - por não reduzir a interferência governamental em sua federação. A Fifa havia dado um prazo até o dia 18 de março para que a estrutura do futebol fosse alterada. Como as autoridades do país não tomaram nenhuma providência, a Fifa decidiu aplicar a sanção, que entra em vigor imediatamente, por tempo indeterminado.A FIFA havia solicitado às autoridades desportivas da Guiné, o restabelecimento da comissão diretiva da Federação Guineana de Futebol. A comissão havia sido dissolvida pelo ministro dos Esportes, Abdelkader Sangaré, inconformado com a falta de resultados da seleção nacional, após o empate em casa contra o Malawi (1 a 1), no dia 28 de janeiro, em partida válida pelo Grupo E da Zona Africana das eliminatórias da Copa do Mundo 2002. A FIFA havia se recusado a reconhecer a decisão já que, segundo o regulamento interno, apenas a comissão diretiva da federação pode organizar novas eleições.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.