Fifa fará teste em ossos para comprovar idade de atletas

Entidade diz que visa 'proteger a integridade do Mundial Sub-17 e o espírito de fair play' da competição

AE-AP, Agencia Estado

31 de agosto de 2009 | 13h06

A Fifa anunciou nesta segunda-feira que fará testes de ressonância magnética nos ossos dos jogadores que disputarão o Mundial Sub-17, entre 24 de outubro e 15 de novembro, na Nigéria, para comprovar a idade dos atletas.

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Os testes, que são realizados com a análise dos ossos dos braços dos jogadores, permitem avaliar o desenvolvimento e o amadurecimento do esqueleto para determinar a idade de uma pessoa, segundo a Fifa.

A entidade, que garantiu que os testes são confiáveis, disse que os fará na competição de maneira aleatória. De acordo com a Fifa, a iniciativa visa "proteger a integridade do Mundial e o espírito de fair play".

A Nigéria, que defenderá o título, tem um histórico de sucesso na competição nesta categoria, mas sofreu nos últimos tempos com rumores de que utilizou jogadores com idade superior à permitida para poder vencer.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMundial Sub-17Fifa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.