Fifa homenageia 48 brasileiros campeões do mundo

A Fifa homenageou nesta quarta-feira 48 jogadores brasileiros que participaram dos cinco títulos mundiais conquistados ao longo dos 76 anos de Copa do Mundo. Os atletas receberam uma réplica, em miniatura, da Taça Fifa, durante o 56º congresso da entidade que está ocorrendo em Munique. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, também esteve presente.Foram enviados convites aos 170 campeões ainda vivos, mas apenas 109 puderam viajar para a Alemanha. O evento contou com a participação do presidente da federação, o suíço Joseph Blatter.Durante o congresso, houve o encontro entre Hideraldo Luís Bellini, Carlos Alberto Torres e Dunga, que foram capitães da seleção brasileira nas conquistas de 1958 (Suécia), 1970 (México) e 1994 (Estados Unidos), respectivamente.Segundo Bellini, foi ele que iniciou a cerimônia de levantar o troféu - na época o Jules Rimet - para o alto. "Recebi a taça do rei da Suécia e, como havia alguns fotógrafos baixinhos, eles começaram a pedir que eu levantasse a taça", comentou. "Essa é uma oportunidade de mostrar alguns jogadores que fizeram a história das Copas do Mundo", comentou Dunga.O evento não contou com a presença de Pelé e Diego Maradona, que participaram da cerimônia de abertura do Mundial, no Portão de Brandenburg, em Berlim. Entre os contemplados estavam o uruguaio Ghiggia, autor do gol que garantiu a Copa do Mundo de 1950, no Estádio do Maracanã.Já João Havelange, que comandou a Fifa de 1974 a 1998 e é atualmente presidente de honra da entidade, recebeu a Ordem do Mérito Especial. O dirigente recebeu uma medalha de ouro como prêmio pela sua longa trajetória em prol do futebol."Havelange já tinha uma Ordem do Mérito, mas seu mérito é imenso porque acaba de completar 90 anos e, com este prêmio, queremos recompensar seu longevo trabalho, tanto pela Fifa como no Comitê Olímpico Internacional, do qual é o membro mais antigo", destacou Blatter.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.