Matthew Childs / Reuters
Matthew Childs / Reuters

Com Neymar e Alisson, Fifa divulga os indicados ao prêmio The Best; confira a lista completa

Sem Marta, Brasil não tem nenhum outro representante nas outras categorias, apesar de Jorginho ter nascido no País, mas jogar como italiano; cerimônia está marcada para o dia 17 de janeiro

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de novembro de 2021 | 14h54

A Fifa divulgou nesta segunda-feira os indicados ao The Best, prêmio que coroa os melhores jogadores da temporada no futebol internacional. Serão escolhidos os melhores jogadores, treinadores e goleiros nas categorias masculina e feminina da modalidade. A cerimônia será no dia 17 de janeiro de 2022. 

A votação para a escolha dos melhores do mundo já está aberta no site oficial da Fifa e vai ficar disponível até o dia 10 de dezembro. Representando o Brasil, Neymar e Alisson, goleiro do Liverpool e da seleção brasileira, estão entre os indicados ao prêmio. Marta, eleita seis vezes a melhor jogadora do planeta, acabou ficando fora desta vez.

Atual vencedor do prêmio na categoria masculina, o atacante Robert Lewandowski é um dos cotados para levar o título mais uma vez para casa. Em alta no Bayern de Munique, o atacante polonês tem como principal concorrente Jorginho, meia brasileiro naturalizado italiano que foi destaque na conquista da Liga dos Campeões pelo Chelsea, e da Eurocopa pela Itália

Messi e Cristiano Ronaldo, que dominaram a premiação praticamente sozinhos na última década, também estão entre os indicados. O craque argentino é o recordista na categoria masculina, com seis títulos, enquanto o português foi eleito cinco vezes. Ambos trocaram de equipe recentemente. Messi deixou o Barcelona para fazer fama no PSG, junto com Neymar. Cristiano Ronaldo rompeu seu contrato com a Juventus para voltar a defender o Manchester United. Vencedor em 2018, o meio-campista croata Luka Modric, do Real Madrid, também não foi lembrado desta vez. 

O Brasil não tem representantes em nenhuma das outras categorias, nem como jogadora, treinadora, goleira...

Confira os indicados ao The Best

Melhor jogador

  • Karim Benzema (França / Real Madrid)
  • Kevin De Bruyne (Bélgica / Manchester City)
  • Cristiano Ronaldo (Portugal / Juventus / Manchester United)
  • Robert Lewandowski (Polônia / Bayern de Munique)
  • Lionel Messi (Argentina / Barcelona / Paris Saint-Germain)
  • Neymar (Brasil / Paris Saint-Germain)
  • Erling Haaland (Noruega / Borussia Dortmund)
  • Jorginho (Itália / Chelsea)
  • N’Golo Kanté (França / Chelsea)
  • Kylian Mbappé (França / Paris Saint-Germain)
  • Mohamed Salah (Egito / Liverpool)

Melhor jogadora

  • Stina Blackstenius (Suécia / BK Häcken)
  • Aitana Bonmati (Espanha / FC Barcelona)
  • Lucy Bronze (Inglaterra / Manchester City FC)
  • Magdalena Eriksson (Suécia / Chelsea FC)
  • Caroline Graham Hansen (Noruega / FC Barcelona)
  • Pernille Harder (Dinamarca / Chelsea FC)
  • Jennifer Hermoso (Espanha / FC Barcelona)
  • Ji So-yun (Coreia do Sul / Chelsea FC)
  • Sam Kerr (Austrália / Chelsea FC)
  • Vivianne Miedema (Holanda / Arsenal FC)
  • Ellen White (Inglaterra / Manchester City FC)
  • Alexia Putellas (Espanha / FC Barcelona)
  • Christine Sinclair (Canadá / Portland Thorns FC)

Melhor goleiro

  • Alisson Becker (Brasil / Liverpool)
  • Gianluigi Donnarumma (Itália / Milan / Paris Saint-Germain)
  • Édouard Mendy (Senegal / Chelsea)
  • Manuel Neuer (Alemanha / Bayern de Munique)
  • Kasper Schmeichel (Dinamarca / Leicester City)

Melhor goleira

  • Ann-Katrin Berger (Alemanha / Chelsea FC)
  • Christiane Endler (Chile / Paris Saint-Germain / Lyon)
  • Stephanie Lynn Marie Labbé (Canadá / FC Rosengård / Paris Saint-Germain)
  • Hedvig Lindahl (Suécia / Atlético de Madrid)
  • Alyssa Naeher (EUA / Chicago Red Stars)

Melhor treinador - Masculino

  • Antonio Conte (Itália / Inter de Milão / Tottenham)
  • Hansi Flick (Alemanha / FC Bayern München / seleção alemã)
  • Pep Guardiola (Espanha / Manchester City)
  • Roberto Mancini (Itália / seleção italiana)
  • Lionel Sebastián Scaloni (Argentina / seleção argentina)
  • Diego Simeone (Argentina / Atlético de Madrid)
  • Thomas Tuchel (Alemanha / Chelsea)

Melhor treinador(a) - Feminino

  • Lluís Cortés (Espanha / FC Barcelona)
  • Peter Gerhardsson (Suécia / seleção sueca)
  • Emma Hayes (Inglaterra / Chelsea FC)
  • Beverly Priestman (Inglaterra / seleção canadense)
  • Sarina Wiegman (Holanda / seleção holandesa / seleção inglesa)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.