Fifa investiga denúncia contra argelino de agressão

A Fifa confirmou nesta sexta-feira que está investigando uma denúncia de agressão contra o atacante argelino Rafik Saifi, acusado de dar um tapa em uma jornalista após a eliminação de sua equipe na Copa do Mundo da África do Sul, quarta-feira, na derrota para os Estados Unidos por 1 a 0.

AE-AP, Agência Estado

25 de junho de 2010 | 07h39

Terminado o confronto, uma repórter argelina foi ouvida gritando com Saifi, que deixou o Estádio Loftus Versfeld sem responder perguntas. A Fifa só abriu investigação nesta sexta-feira, segundo explicou o porta-voz da entidade, Pekka Odriozola, porque não havia recebido nenhuma denúncia anteriormente.

"Só hoje (sexta-feira) recebemos a denúncia formal e o relatório oficial", explicou Odriozola, acrescentando que a Fifa irá analisar a questão.

A Argélia foi eliminada após terminar com apenas um ponto no Grupo C - classificados, Estados Unidos e Inglaterra somaram cinco.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.