Fifa investiga Paraguai por venda ilegal de ingressos

A Fifa iniciou, nesta segunda-feira, investigações para apurar uma denúncia da imprensa inglesa a respeito de venda irregular de ingressos para as partidas da seleção do Paraguai na Copa do Mundo, realizadas pela Federação Paraguaia de Futebol."Sabemos que a imprensa tem divulgado denúncias de venda ilegal para os jogos da seleção paraguaia com a Inglaterra, em 10 de junho, e com a Suécia, em 15 de junho, mas não há nenhuma prova até o momento", afirmou o suíço Urs Linzi, secretário-geral da Fifa.Linzi afirmou, no entanto, que a Fifa questionará a Federação Paraguaia sobre o assunto. O Comitê Organizador do Mundial teme que parte dos ingressos para a partida entre Paraguai e Inglaterra sejam adquiridos pelos hooligans, os temidos torcedores ingleses violentos. Por isso, a Fifa quer assegurar que os ingressos serão utilizados exatamente por quem os comprou. A suspeita de venda irregular de ingressos já causou problemas ao Paraguai anteriormente. Nas Eliminatórias para a Copa de 94, nos Estados Unidos, foram abertas investigações para apurar a venda ilegal por cambistas a turistas argentinos de entradas a preços quadriplicados para o jogo entre as seleções do Paraguai e da Argentina. O Paraguai, no Grupo B, enfrenta a Inglaterra no dia 10 de junho, em Frankfurt, na estréia no Mundial. O grupo ainda conta com a Suécia e Trinidad e Tobago.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.