Fifa investigará doping de mexicanos

A Comissão Disciplinar da Fifa abriu nesta quinta-feira um processo contra Federação Mexicana de Futebol para apurar os casos de doping de dois jogadores da seleção durante a Copa das Confederações, encerrada no dia 29 de junho, na Alemanha. Galindo e Carmona foram afastados da seleção depois de flagrados num exame antidoping (nandrolona) realizado pela própria Federação Mexicana. Eles foram desligados da delegação, mas o motivo não foi o doping. Oficialmente, os atletas foram cortados por problemas disciplinares. Os inspetores da Fifa deverão analisar o caso em reunião marcada para o dia 27 de julho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.