Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Fifa lamenta morte do zagueiro Serginho

A Fifa lamentou nesta quinta-feira a morte do jogador do São Caetano, Serginho, que sofreu uma parada cardio-respiratória durante a partida contra o São Paulo no Morumbi na noite da quarta-feira. O presidente da entidade máxima do futebol, Joseph Blatter, enviou um comunicado à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) mostrando solidariedade pela morte do atleta. Segundo os assessores de imprensa da Fifa, Blatter qualificou o incidente como "trágico". Informações extra-oficiais ainda apontam que as autoridades médicas da Fifa estariam interessadas em receber os resultados dos exames médicos feitos em Serginho.A morte de jogadores em campo tem assustado a Fifa nos últimos meses. Um dos casos mais expressivos foi a de um jogador de Camarões durante a Copa das Confederações, realizada em Paris no ano passado. Mas representantes da Fifa reconhecem que, em outros campeonatos nacionais, incidentes parecidos têm sido registrado. Um deles ocorreu com um atacante húngaro Fehrer do Benfica, que morreu durante uma partida em Portugal há poucos meses. Apesar de o caso de Serginho não estar relacionado aparentemente com o excesso de jogos, a Fifa insiste que o número elevado de partidas que estão sendo disputadas está afetando a saúde dos jogadores.Limite - Uma das medidas que a entidade quer aplicar no futuro é a de limitar o número de jogos que um atleta estaria autorizado a participar por ano. Em torneios domésticos, a idéia da Fifa é de limitar o número de jogos em 45 por ano. Contando os jogos internacionais e por seleções, o atleta poderia participar de 73 partidas anualmente. A proposta será debatida durante a assembléia geral da Fifa, em dezembro em Zurique.

Agencia Estado,

28 de outubro de 2004 | 16h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.