Divulgação / Conmebol
Divulgação / Conmebol

Fifa libera e final do Campeonato Catarinense terá árbitro de vídeo

Partida entre Chapecoense e Figueirense vai contar com o recurso tecnológico

Estadão Conteúdo

04 de abril de 2018 | 19h30

A Federação Catarinense de Futebol confirmou nesta quarta-feira que a final do Estadual deste ano, entre Chapecoense e Figueirense, terá árbitro de vídeo. O uso do recurso já era previsto desde o início da competição, mas só foi liberado pela Fifa, em comunicado enviado à CBF, nesta tarde.

+ Na Chapecoense, Neto volta a passar por cirurgia e adia retorno aos gramados

"É um fato inédito na arbitragem catarinense o uso da tecnologia do árbitro de vídeo. Esperamos que auxilie e acrescente qualificação à arbitragem. Agradecemos o apoio e a concordância dos clubes finalistas e também da Confederação Brasileira de Futebol, através do Coordenador do VAR no Brasil, Sérgio Corrêa", disse Marco Antônio Martins, diretor do departamento de arbitragem da Federação Catarinense de Futebol.

Será a terceira vez que o chamado Video Assistant Referee (VAR) será utilizado em estaduais do País. No ano passado, a final do Campeonato Pernambucano contou com o recurso nos dois jogos das finais, entre Sport x Salgueiro. E até foi acionado numa das partidas. Nesta temporada, o clássico entre Internacional e Grêmio teve o VAR no clássico disputado na primeira fase do Estadual, no Beira-Rio.

Segundo a Federação Catarinense, a equipe do VAR terá cinco integrantes: árbitro de vídeo, assistente do árbitro de vídeo, o supervisor do VAR, o líder da Equipe VAR e um responsável pelo apoio geral.

As imagens a serem eventualmente analisadas durante a final, disputada em jogo único, serão cedidas pela NSC TV, emissora detentora dos diretos de transmissão do campeonato. Mas a responsabilidade pelo uso das imagens será total da Federação Catarinense.

Os responsáveis por conduzirem a utilização do recurso na final, marcada para as 16 horas deste domingo, na Arena Condá, serão definidos nesta quinta em audiência pública no departamento de arbitragem da Federação.

Os mais cotados para comandarem o recurso são o árbitro Héber Roberto Lopes e o assistente Carlos Berkenbrock. Ambos integram os quadros da Fifa e passaram por treinamento de VAR no ano passado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.