Sergio Perez/Reuters
Sergio Perez/Reuters

Fifa libera Trippier para jogar após gancho por apostar na própria transferência

Lateral do Atlético de Madrid e da seleção inglesa havia sido punido por 10 semanas e 70 mil libras esterlinas

Redação, Estadão Conteúdo

03 de janeiro de 2021 | 11h32

O lateral-direito Kieran Trippier, do Atlético de Madrid e da seleção da Inglaterra, está liberado para jogar. Neste domingo, a Fifa anunciou que aceitou o recurso impetrado pelo clube espanhol depois que o jogador foi punido há duas semanas pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) com uma suspensão de 10 semanas por quebrar regras relacionadas a apostas. Além disso, recebeu uma multa de 70 mil libras esterlinas (R$ 490 mil na cotação atual).

O Atlético de Madrid defendia que o período da suspensão não implicava qualquer jogo da seleção inglesa e deixaria apenas o próprio clube, sem culpa no processo, privado do jogador. A Fifa aceitou essa argumentação no recurso e o lateral estará à disposição do técnico argentino Diego Simeone até que se chegue a uma decisão final. Até lá, o clube espanhol poderá também recorrer à Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) para reduzir ou anular a pena de Trippier.

Em 2018, Trippier apostou, indiretamente, na sua própria transferência do Tottenham para o Atlético de Madrid. Fato que configurou violação de regras de apostas feira pela FA.

"Uma comissão reguladora independente foi nomeada para ouvir o caso, com quatro das supostas violações comprovadas e três rejeitadas durante uma audiência pessoal subsequente", disse a federação inglesa em comunicado oficial no dia do anúncio da punição ao jogador de 30 anos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.