Fifa manda PSG indenizar o Grêmio

A Fifa decidiu nesta terça-feira que o Paris Saint-Germain terá que indenizar o Grêmio pela transferência de Ronaldinho Gaúcho. Segundo a entidade, os dois clubes terão de chegar a um acordo sobre o valor até o dia 25 de outubro. Se isso não acontecer, a Comissão Especial do Estatuto do Jogador é quem decidirá o valor a ser pago pelo clube francês em uma reunião no dia 31 de outubro.Os dois times estão em litígio desde que o jogador assinou um pré-contrato com o Paris Saint-Germain antes do fim de seu contrato com o Grêmio, em 15 de fevereiro. O PSG, Ronaldinho e seus representantes evocaram a Lei Pelé, que acabava com o passe, para tentar provar a legalidade do acordo. Amparado em seu contrato, o Grêmio pede uma indenização de US$ 28 milhões, valor fixado pela Federação Gaúcha de Futebol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.