Fifa marca a Copa de 2010 na África

Depois de Alemanha levar a melhor na disputa com a África do Sul, contra a vontade da Fifa, para sediar a Copa do Mundo de 2006, a entidade que dirige o futebol mundial resolveu tomar uma atitude drástica. Anunciou nesta quinta-feira que a rotação entre os continentes para organizar um Mundial irá começar em 2010 e o primeiro escolhido é a África, onde nunca foi realizada tal competição.Esta decisão do Comitê Executivo da Fifa frustra os planos do Brasil e dos seus vizinhos sul-americanos. No acordo recente com o presidente da Confederação Brasileira de Futebol, Ricardo Teixeira, Pelé anunciou que iria lutar ao lado da entidade para que o País fosse escolhido como sede da Copa de 2010. Argentinos e chilenos também terão de adiar seu projeto conjunto. Os dois países estavam articulando um consórcio para organizarem juntos o Mundial daquele ano.A decisão de sair do eixo Europa-América havia sido tomada em agosto do ano passado, logo após a surpreendente derrota da candidatura sul-africana para a Alemanha para o torneio de 2006. Agora, a rotatividade se torna oficial, conforme foi divulgado no site da Fifa. "A África merece a Copa", afirmou o sueco Lennart Johansson, presidente da Uefa e um dos vice-presidentes da Fifa, antes da reunião do Comitê Executivo nesta sexta-feira. Com isso, ganha força novamente a pretensão da África do Sul, considerado o país mais bem preparado para ser o primeiro africano a sediar uma Copa. Mas devem surgir outros concorrentes - Marrocos, Egito, Nigéria e Camarões têm interesse - até a escolha em 2004. A nova briga política, a partir de agora, será para determinar em qual continente será disputado o Mundial de 2014.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.