Mladen Antonov/AFP
Mladen Antonov/AFP

Fifa multa Inglaterra novamente por exibição de marcas comerciais não autorizadas

Entidade adverte torcedores por cânticos políticos, mas sanciona Federação inglesa por questões de marketing

Estadão Conteúdo

14 Julho 2018 | 12h25

O Comitê Disciplinar da Fifa advertiu neste sábado a Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) por cânticos políticos de um grupo de torcedores durante a semifinal da Copa do Mundo da Rússia diante da Croácia, em Moscou, na última quarta-feira.

+ Técnico da Croácia minimiza problemas físicos e garante time preparado para a final

+ Após êxito na Copa, Rússia já pensa em sediar os Jogos Olímpicos

+ Rússia garante que não vai repetir os problemas do Brasil com 'elefantes brancos'

A Fifa afirmou que, depois de analisar o caso de forma minuciosa e com detalhes, decidiu não punir e apenas advertir os ingleses, pois considerou a manifestação dos torcedores um fato isolado e que partiu de um pequeno grupo de pessoas.

Porém, a entidade inglesa foi multada em 70 mil francos suíços (cerca de R$ 269 mil) pelo fato de alguns jogadores da seleção terem usado em seus uniformes marcas comerciais não autorizadas pela Fifa durante a partida da semifinal.

 

O episódio já havia acontecido nas quartas de final, no confronto diante da Suécia. A Fifa não informou quem foram os jogadores que exibiram marcas de patrocinadores não oficiais ante os croatas.

A entidade máxima do futebol tem seguido à risca o regulamento de mídia e marketing neste Mundial. A Suécia já havia recebido sanção pelo uso de meias não autorizadas e a Federação Croata de Futebol recebeu punição de 70 mil francos suíços porque os jogadores foram a campo com bebidas de marcas não oficiais da competição.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.