Jose Coelho/EFE
Jose Coelho/EFE

Fifa multa Porto após clube violar regras de transferência de jogadores

Clube português terá de pagar 50 mil francos suíços (cerca de R$ 185 mil)

Redação, Estadão Conteúdo

19 de fevereiro de 2019 | 16h40

A Fifa multou nesta terça-feira o Porto, de Portugal, em 50 mil francos suíços (cerca de R$ 185 mil) após considerar que o clube violou as regras de transferências de jogadores. No caso, o time permitiu que o fundo de investimento Doyen, baseado em Malta, influísse nas transações de atletas da equipe, o que é proibido pela entidade.

O Comitê Disciplinar da Fifa apontou, por meio de um comunicado, que o Porto "celebrou contratos que permitiram que o terceiro (Doyen) influenciasse a independência do clube e políticas em assuntos relacionados às transferências".

A entidade confirmou o nome do fundo de investimento em questão ao ser questionado pela agência de notícias The Associated Press. E o Porto também não conseguiu fornecer dados corretos a um programa eletrônico da Fifa chamado de Transfer Matching System (TMS), instituído pela entidade em 2010 e que serve para tornar mais transparentes as transferências de jogadores.

A Doyen tentou desafiar a proibição da Fifa, que a partir de 1º de maio de 2015 introduziu uma regra que não permite a participação de investidores em direitos econômicos dos jogadores. O órgão máximo do futebol estabeleceu esta norma para proteger a integridade do futebol e para impedir que investidores forcem os clubes a realizar transferências com o objetivo de obter lucro com as mesmas.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.