Fifa não reconhece federação, e Polônia pode ser punida

A Fifa e a Uefa divulgaram nesta terça-feira um comunicado, afirmando que não reconhecem a intervenção do governo polonês na associação polonesa de futebol (PZPN). As duas entidades disseram que a suspensão aos dirigentes da PZPN não era legítimo e que as decisões do novo dirigente, Robert Zawlocki, não seriam reconhecidas.O impasse ocorreu após a intervenção do governo polonês na PZPN, nesta semana. A atitude foi tomada depois do futebol na Polônia sofrer com vários escândalos de corrupção nos últimos anos. Só na última temporada, quatro clubes - Zaglebie Sosnowiec, Widzew Lódz, Zaglebie Lubin e Korona Kielce - foram rebaixados por envolvimento em novos escândalos.Como a interferência do governo nas federações é proibida pela Fifa, a entidade decidiu rejeitar o novo comando da PZPN. Agora, Fifa e a Uefa estudam as medidas que serão adotadas e que serão propostas no próximo encontro do Comitê Executivo da Fifa, marcado para os 23 e 24 de outubro. Apesar do impasse, a Eurocopa 2012, que terá como sedes Ucrânia e Polônia, continua confirmada nos dois países.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.