Fifa não vai fazer exames retroativos

A Fifa informou nesta quarta-feira que não vai realizar controles de doping retroativos para detectar a substância dopante tetrahidrogestrinona (THG).A decisão vai de encontro aos procedimentos da Federação Internacional de Atletismo (IAAF) e da Agência Mundial Antidoping (Wada), que resolveram rever boa parte dos exames de atletas que participaram de competição oficiais. ?Como diz o atual regulamento devemos destruir as provas 30 dias depois de ter colhido as amostras e, portanto, vamos esperar uma análise mais detalhada das implicações legais da comissão de medicina esportiva?, diz um comunicado distribuído pela entidade.A decisão da Fifa foi tomada após uma reunião de quatro horas, presidida pelo belga Michel D?Hooghe, membro do comitê executivo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.