Fifa pede a juízes para prestarem atenção às cotoveladas

A Fifa, seguindo recomendação da Comissão Médica, solicitou aos 21 trios de árbitros que deverão trabalhar no Mundial para que prestem atenção especial às cotoveladas, cada vez mais comuns nas disputas de bola pelo alto.O presidente da entidade, o suíço Joseph Blatter, qualificou as cotoveladas como um "novo demônio dos jogos" e disse que a solicitação se soma às que já se formularam na recente reunião da International Board, quando ficou acertado que as sanções contra perda de tempo e simulação de quedas fossem mais rígidas. "Tive um encontro com eles, na semana passada, em Frankfurt, e apenas apresentei a recomendação de proteger o nosso esporte e os bons jogadores", disse Blatter.O dirigente suíço afirmou ainda que a Fifa tomou todas as providências possíveis para que ficasse assegurado o bom nível das arbitragens. "Os juízos são humanos e, de vez em quando, cometem erros. Mas neste Mundial eles serão controlados. Todos deverão assinar um juramento e foram submetidos a todos os tipos de testes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.