Fifa pode intervir no Caso Ferdinand

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, admitiu que a entidade poderá intervir no polêmico caso do zagueiro Rio Ferdinand - que em setembro deixou de se submeter a um exame para controle de doping, alegando ter se esquecido da data do exame e segue jogando normalmente pelo Manchester United. "Se a Fifa comprovar este tipo de coisa, é seu dever intervir", disse o dirigente em artigo publicado nesta quarta-feira no jornal inglês Financial Times. ?Esta seria a única forma de assegurar que a lei seja igual para todo mundo, ricos e pobres?, acrescentou. E jogador deverá depor ainda esta semana na comissão disciplinar da Federação Inglesa, mas a decisão deverá ser conhecida apenas no ano que vem. No artigo, Blatter condenou de forma veemente a pratica do doping e defendeu até mesmo banimento de atletas que apresentarem resultado positivo. ?Se este tipo de comportamente se repetir, a Fifa terá de começar a pensar em promulgar uma lei que estabeleça a suspensão por toda a vida para qualquer jogador que faça uso de drogas ilícitas com o intuito de melhorar o rendimento esportivo?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.