Fifa proíbe Al Ittihad de usar brasileiros

Acabou a aventura de Pedrinho, Marcão e Lima no Campeonato Mundial de Clubes da Fifa. Neste sábado, foi anunciado oficialmente pela Fifa que eles não poderão mais disputar a competição pelo Al Ittihad, da Arábia Saudita. Pedrinho (ex-Palmeiras) e Marcão (ex-Atlético-PR) foram contratados apenas para o Mundial e Lima (que também veio do Atlético-PR) tem um vínculo de três anos com o time árabe. A irregularidade não foi em relação à data de inscrição dos jogadores, que foi corretamente observada. O problema é que eles foram contratados fora do período permitido pela Confederação Asiática de Futebol, que prevê duas janelas, entre 15 de julho e 15 de setembro e o de 1 de dezembro a 12 de janeiro, para novas incorporações. O contrato dos brasileiros foi assinado em 11 de novembro. O fato foi denunciado pelo Al Ahly, do Egito, à Fifa, que, depois de uma investigação, divulgou a punição na véspera da partida de abertura do Mundial, entre Al Ahly e Al Ittihad. Os árabes não poderão inscrever novos jogadores para substituir os eliminados. O jogo entre árabes e egípcios definirá o adversário no São Paulo, no dia 14. Alguns jogadores do São Paulo comemoraram a eliminação dos três jogadores. ?São três brasileiros que ficam de fora e isso é ruim para qualquer time. Acho que eles vão sentir, sim. Para nós é bom. O Pedrinho joga muito e os outros dois deram trabalho na Libertadores?, disse o lateral-esquerdo Júnior. Para Souza, o melhor para o São Paulo foi a eliminação de Marcão e Lima. ?Eles conhecem muito o nosso time e iam dar todas as dicas para os companheiros. Agora, pode ficar mais fácil, mas nem sei se eles vão se classificar?. Amoroso acha que o São Paulo sai ganhando. ?É lógico. Se eles perdem três jogadores, é melhor para nós?. Rogério Ceni disse que havia achado estranho o Al Ittihad contratar jogadores depois da inscrição terminada. ?Mas não entendo de regras para opinar?. Paulo Autuori disse que não tinha nada a declarar e Danilo foi quem comemorou menos. ?Eles são bons, mas o time já tinha uma base formada. É só voltar ao que era. Se ia ser difícil, continua sendo?.

Agencia Estado,

10 de dezembro de 2005 | 10h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.