Fifa proíbe Iraque de jogar em casa

O Iraque terá de jogar em campo neutro todas as partidas das eliminatórias para a Olimpíada de 2012 e a Copa de 2014 nas quais for mandante, informou a Fifa nesta sexta-feira, alegando razões de segurança.

REUTERS

23 de setembro de 2011 | 09h51

Em carta enviada à Associação Iraquiana de Futebol (AIF) e divulgada pela Confederação Asiática de Futebol, a Fifa disse que os regulamentos relacionados à segurança já foram violados na partida deste mês contra a Jordânia.

A AIF disse que irá tentar reverter a decisão, alegando que ela se baseou em "informações incorretas".

Pela orientação da Fifa, a seleção do Iraque, treinada pelo brasileiro Zico, deverá escolher outro país asiático para disputar seus jogos de 1o de outubro (eliminatórias da Copa) e 3 de outubro (pré-olímpico). Os jogos não poderão ser marcados, no entanto, para países onde o Iraque já tem jogos programados nessas eliminatórias.

O Iraque, 109o no ranking da Fifa, perdeu para a Jordânia por 2 x 0 em 2 de setembro no estádio Hariri, em Arbil, que parecia superlotado e teve falta de energia durante o jogo.

Arbil, capital da região curda iraquiana, escapou relativamente ilesa à guerra dos últimos anos, e é considerada uma das cidades mais seguras do país.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTFIFAIRAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.