Fifa proíbe replays de lances duvidosos em estádios

A Fifa decidiu reforçar as instruções para reprimir a apresentação de replays de lances polêmicos nos telões dos estádios onde estão sendo disputadas as partidas da Copa do Mundo da África do Sul, depois que o primeiro gol da Argentina na vitória por 3 a 1 sobre o México, em que Tevez estava impedido, foi exibido no Soccer City, em Johannesburgo.

AE-AP, Agência Estado

28 de junho de 2010 | 08h39

Veja também:

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador

"Medidas paliativas"
A Fifa chegou mais cedo em casa e pegou o marido, ou a mulher, sem preconceios, na cama com outro. Revoltada com a situação, tomou uma atitude drástica: vendeu a cama.
Revoltados, os jogadores mexicanos protestaram contra o árbitro italiano Roberto Rosetti depois que viram o lance no telão, durante a partida de domingo. Porta-voz da Fifa, Nicolas Maingot disse nesta segunda-feira que a repetição de lances duvidosos "não deveria acontecer" e que isto será mais bem controlado nos próximos jogos.

Maingot explicou também que a entidade ainda não recebeu um relato do árbitro sobre a confusão ocorrida no intervalo da partida entre México e Argentina, que envolveu jogadores e membros da comissão técnica das duas equipes.

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Copa 2010futebolreplayFifaarbitragem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.