Fifa promete não interferir no Brasil

A Fifa garante que não irá interferir na decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) de repetir os 11 jogosapitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho no Campeonato Brasileiro. "Estamos acompanhando cada informação sobre o caso, mas não vamos interferir nos acontencimentos ou investigações no Brasil. Trata-se essencialmente de um caso para ser resolvido no próprio País" , afirmou a assessoria de imprensa da entidade máxima do futebol. A Fifa, porém, volta a afirmar que irá aguardar os relatórios que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) produzir sobre os casos. "Vamos avaliar o que nos será enviado", completou a assessoria da entidade.Edílson Pereira de Carvalho confessou ter manipulado resultados de jogos que apitou no Campeonato Brasileiro para favorecer apostas em sites na internet. Diante da fraude do árbitro, o STJD decidiu anular as 11 partidas em que ele trabalhou no campeonato e a CBF já remarcou os confrontos.

Agencia Estado,

03 de outubro de 2005 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.