Nacho Doce / Reuters
Nacho Doce / Reuters

Fifa se recusa a liberar transferência de volante português ao Leicester

Adrien Silva pode ter até que retornar ao Sporting devido ao impasse

Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2017 | 11h55

O Leicester revelou nesta quarta-feira que não recebeu a autorização da Fifa para completar a transferência do volante português Adrien Silva, que teve a sua contratação junto ao português Sporting Lisboa anunciada pelo clube inglês no último dia da janela de transferências.

Pela aquisição de Adrien Silva, o Leicester se comprometeu a pagar 22 milhões de libras (aproximadamente R$ 89 milhões). O problema é que o time inglês não conseguiu inserir o contrato e seus detalhes no sistema de transferências da Fifa antes do fim do prazo exigido para conclusão das negociações.

O Leicester ainda não desistiu de contar com Adrien Silva e promete batalhar para que a Fifa abra uma exceção às suas regras de transferências. O clube afirmou que está "trabalhando com Adrien e o Sporting para superar algumas questões relativas ao registro do jogador e explorando todas as opções para encontrar uma solução".

Nas horas finais do último dia da janela de transferências, o Leicester vendeu o volante Danny Drinkwater ao Chelsea. E, com a perda do jogador, buscou reforçar o seu elenco com Adrien Silva, de 28 anos e que disputou 20 jogos pela seleção portuguesa. A transação, porém, não pôde ser concretizada e o jogador vive um impasse, podendo até mesmo ter que retornar ao Sporting.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.